segunda-feira, 29 de outubro de 2007

ÓPTIMA SEMANA


Há quem assalte caixas de multibanco....
EU....sou + modesta....
Esta foto, do arranjo de rosas foi........
o produto do meu último roubo........imaginem....
roubei-o num casamento(eh!eh!eh!)
é preciso lata não é? espero que a noiva ñ me
visite, nestes próximos dias...............
Antes que cheguem as autoridades ah!ah!ah!
O Caipira e a calcinha
.Uma moça da roça foi convidada para uma festa
onde teria que usar vestido, coisa que ela não usava,
pois andava só de calças compridas e sem a calcinha.
. Não havia loja de roupas intimas por perto, então
ela teve uma idéia:
lembrou-se de que o armazém de um vilarejo perto
da fazenda, vendia sacos vazios.
Como ela costurava bem, faria sua própria calcinha!
.Ela foi até lá, comprou um saco de pano, correu para
a máquina de costurar e confeccionou uma linda
calcinha. No dia da festa, vestiu a peça feita em casa,
colocou o vestido e pegou um ônibus para ir á festa.
.Como estava acostumada a usar calças compridas,
sentou-se num dos bancos, bem á vontade, de pernas
abertas. Em sua frente estava um caipira que não
tirava os olhos de cima dela. Passado algum tempo a
menina se irritou e perguntou:
O que foi caipira, nunca viu uma calcinha!?
.O caipira tomou um fôlego e respondeu:
Óia moça, vê carcinha eu já vi, mas escrito
"ração pra pinto", é a primeira vez
>
E tu a cagá !
*Dois brancos e um negro estão num andaime, a lavar
os vidros de umgrande edifício. *
*> De repente, o negro dá um gemido, vira-se para o
branco do lado e diz:*
*> - Ai, ai, ai! Précisa cagar, vou cagar ki meismo!*
*> - 'Tás maluco, pá! Vais sujar toda a gente lá em baixo!*
*> - Mas não guenta mais, meu! Não vai da tempo di descê!!!*
*> Então, bate na janela e pede à senhora que te deixe usar
a casa debanho, aconselha o branco.*
*> E é o que ele faz. Assim que a velha permite a entrada,
ele voa p'rá sanita. Está lá o negro, tranquilo e aliviado,
quando ouve uma gritaria sem fim. Quando sai, vê que o
andaime se tinha partido e os dois brancos se tinham
espatifado no chão. *
*> No dia seguinte, no velório, estão lá os amigos, as viúvas
inconsoláveis e o negro acompanhado da esposa, quando chega
o dono daempresa onde trabalhavam. *
*> Imediatamente todos se calam. O empresário começa o
seu discurso,dirigindo-se às viúvas:*
*> - Sei que foi uma perda irreparável, mas vou, pelo menos,
tentar aliviar tanto sofrimento. Como sei que as senhoras
vivem em casas alugadas, darei uma casa a cada uma. *
*> Também sei que as senhoras dependem dos autocarros,
por isso, darei um carro a cada uma. *
*Quanto aos estudos dos vossos filhos, não se preocupem
mais, pois tudo será por conta da empresa até que terminem
a Faculdade. *
*E, para** finalizar, as senhoras receberão todos os meses
1000 Euros, para compras no supermercado.*
*> E a mulher do negro, já meio arroxeada, não se conteve
mais e diz ao ouvido do marido:*
*> -** **E tu a cagá, né???*
************************
* Me Encante... *
************************
Me encante da maneira que você quiser, como
você souber.
Me encante, para que eu possa me dar.
Me encante nos mínimos detalhes.
Saiba me sorrir, aquele sorriso malicioso e gostoso,
inocente e carente.
Me encante com suas mãos, gesticule quando for
preciso, me toque, quero correr esse risco.
Me acarinhe se quiser, vou fingir que não
entendo,
que nem queria esse momento.
Me encante com seus olhos, me olhe profundo,
mas só por um segundo, depois desvie o seu olhar,
como se o meu olhar, não tivesse conseguido te
encantar....
e então, volte a me fitar, tão profundamente, que
eu fique perdida sem saber o que falar...
Me encante com suas palavras, me fale dos seus
sonhos,
dos seus prazeres, me conte segredos, sem
medos ...
e depois me diga o quanto eu te encantei.
Me encante com serenidade, mas não se esqueça,
também tem que ser com simplicidade,
não pode haver maldade.
Me encante com uma certa calma,
não tenha pressa, tente entender a minha alma.
Me encante como você fez com a primeira
namorada,
sem subterfúgios, sem cálculos,
sem dúvidas, com certezas.
Me encante na calada da madrugada,
na luz do sol ou embaixo da chuva.
Me encante sem dIzer nada ou até dizendo tudo,
sorrindo ou chorando, triste ou alegre ...
mas me encante de verdade, com vontade ...
que depois, eu te confesso que me apaixonei
e prometo te encantar todos os dias,
do resto das nossas vidas!!!

Pablo Neruda
Boa semana
Bjus Nela