sexta-feira, 31 de outubro de 2008




Você que vem de outras paradas,
atravessa o mundo através
de cabos óticos e satélites
e chega exatamente aqui onde estou,
para me trazer carinho em forma de palavras.

Quisera eu, meu amigo(a),
ter o dom de, através das palavras,
poder expressar-lhe toda a admiração,
respeito e carinho que a você devoto...

Ligar a máquina e vê-lo(a) on-line
assemelha-se a uma mágica:
a mágica de transformar uma máquina "fria"
em um transmissor de doces
e quentes sentimentos...

Quem é você???
Uma voz?

Palavras...
Doce encantamento...
Terno sentimento...

Onde está???
Em um país distante?
Em uma cidade vizinha?

Não importa a geografia;
pois que você está sempre bem aqui,
comigo, em meus sentimentos...

Como é bom quando você
e suas doces palavras, que mesmo
confusas, difusas, soltas no ar,
sobressaltam minha mente e me fazem sonhar
e nos meus lábios surgir um leve sorriso,
quase que imperceptível, com sabor de felicidade...

Obrigada amigo(a) sem face -
porém, feito(a) de sensibilidade, de sentimento,
de coração, de amizade e de ternura -
por fazer parte da minha vida
e me deixar compartilhar da sua!
(Desconheço a autoria)


Com votos de 1 bom e feliz

fim de semana

Nela